Festa: LIARS (Black Balloon XVIII)

> >

Festa: LIARS (Black Balloon XVIII)

*****LIARS (Concerto, disco)*****
*****Ramos, Dias, Flama & Quesadilla (DJ Wrestling, bar)*****

LIARS:

Embrulhados no big-bang nova-iorquino de 2001/2002 entre Strokes, Interpol, The Walkmen ou Yeah Yeah Yeahs, bem cedo os LIARS aniquilaram quaisquer etiquetas que lhes tentássemos impor. As pistas estavam lá na estreia They Threw Us All In A Trench And Stuck A Monument On Top, mas a ruptura sonora do segundo álbum They Were Wrong So We Drowned fez com que criassem o seu próprio universo, onde só entrariam aqueles que eles deixassem entrar.
Abordam sempre o processo de um novo ângulo criativo e cada disco surge como se fosse o primeiro álbum de uma nova banda.
Em Drum's Not Dead (2006), no álbum homónimo (2007) e Sisterworld (2010) a única constante é a negação de uma fórmula, cortar com o passado.
Os dois últimos registos marcam um crescente protagonismo da electrónica, assumindo a herança da editora Mute e trabalhando de perto com o patrão Daniel Miller e sua universidade de sintetizadores. Em WIXIW (2012) evocam Aphex Twin ou o catálogo da Warp e este ano editam o surpreendente rasgo dançante que é Mess, apontado já como o mais acessível álbum da banda, quase reencontrando o baile punk do início embora de uma perspectiva oposta, havendo agora neon brilhante onde antes se fundia a luz. Aqui uma ideia de pop encontra refúgio apenas no caos e na gritante ansiedade daquilo que nos rodeia, dentro ou fora do computador. Chamemos-lhe esquizo-pop-verité para corações pixelizados ou a trágica morte de um emoticon.
Da dança deles nunca menos que a verdade.

- Pedro Ramos

Convidado: Miguel de Oliveira, Syma Tq, Joana Vaz de Castro, João Gambino, Marta Andrea, Thomas D Holland, Shub Roy, Francisca Veloso, Seren Coşkun, Inês Maldonado, Rúben Almeida, Margarida Amaral, Dúdú Parxal, Hugues Joël de Bourgogne, Marisa Torres Da Silva, Aquela Joana, Vera Almeida, Maria João Rosa, Hugo Ferreira, David Jacaré, Tiago Rochinha mais »